Archive for janeiro \27\UTC 2010

Anarkaos

janeiro 27, 2010

Anarkaos vem preparando seu 3o álbum. Na independência, ousa criar outro. Para quem só ouviu a banda no myspace- http://www.myspace.com/anarkaosbrasil – e Last.fm – http://www.lastfm.com.br/music/AnarKaos , tem a oportunidade  de conhecê-la mais, pois os 2 CD’s – Vítimas dos Anestésicos e EletrocardioDrama – estão disponíveis para download gratuito no selo-site de música Gravatório – http://gravatorio.com/gravatorio_2009/mostrar_artista.php?id=42&&nome=Anarkaos .

Radiohead

janeiro 26, 2010

 

Radiohead se apresenta em Los Angeles num show beneficente às vítimas do Haiti e toca música inédita

A apresentação aconteceu num intervalo nas gravações do novo disco do Radiohead, que acontecem em Los Angeles. A faixa “Lotus Flower” nunca havia sido tocada em público pelo Radiohead, mas o líder da banda, Thom Yorke, já a havia apresentado num show solo. Veja abaixo a lista de músicas tocadas no show.

 “Faust Arp” “Fake Plastic Trees” “Weird Fishes/Arpeggi” “The National Anthem” “Nude” “Karma Police” “Kid A” “Morning Bell” “How To Disappear Completely” “A Wolf at the Door” “The Bends” “Reckoner” “Lucky” “Bodysnatchers” “Dollars & Cents” “Airbag” “Exit Music” “Everything In Its Right Place” “You And Whose Army?” “Pyramid Song” “All I Need” “Lotus Flower” “Paranoid Android” “Street Spirit (Fade Out)”

QUE OUVIDOS!

janeiro 14, 2010

Os cachorros são incríveis!!

Espero que o povo do Haiti consiga superar essa barra e tenha força para preservar sua cultura e suas crenças de forma democrática. Força irmãos Crioulos!

Depois do caos a reconstrução

A HBO está preparando uma séria sobre o Jazz de Nova Orleans depois do Catarina.

Veja o teaser que saiu:

Espero sair em DVD.

B.

Selos ingleses

janeiro 14, 2010

) Royal Mail, serviço postal do Reino Unido, lançou uma série especial de dez selos, que reproduzem capas de conhecidos álbuns de artistas britânicos.

O pacote vai desde clássicos do rock, como “Ziggy Stardust”, de David Bowie, e “Let It bleed”, dos Rolling Stones, até obras mais contemporâneas, como “A rush of blood to the head”, do Coldplay, e “Parklife”, do Blur.

Alguns dos selos que fazem parte da coleção lançada pelo Royal Mail (Foto: divulgação)

Philip Parker, um dos chefes do Royal Mail e responsável pela coleção, disse em entrevista à revista “Rolling Stone” que considera as velhas capas de 12 polegadas, que embalam os discos de vinil, grandes obras de arte. “Nada melhor do que estampá-las nos selos para celebrar este tipo de manifestação artística”.

Ele também explicou o rigoroso processo de seleção que resultou nas dez escolhas. “Fizemos uma pesquisa enorme. Conversamos com jornalistas especializados em música e analisamos muitas listas existentes”.

http://g1.globo.com/Noticias/Musica/0,,MUL1443903-7085,00-CAPAS+DE+DISCOS+DE+ROCK+VIRAM+SELO+NO+REINO+UNIDO.html

 

Trilha de Alice – Almost Alice

janeiro 13, 2010

O vocalista do The Cure, Robert Smith, a cantora Avril Lavigne e a banda Franz Ferdinand estão entre os artistas que contrbuíram para a trilha sonora de “Alice no País das Maravilhas”, adaptação cinematográfica de Tim Burton para o clássico da literatura escrito por Lewis Caroll. As informações são do site “MySpace”.

Alice (Underground)”, Avril Lavigne
“The poison”, The All-American Rejects
“The technicolor phase”, Owl City
“Her name Is Alice”, Shinedown
“Painting flowers”, All Time Low
“Where’s my angel”, Metro Station
“Strange”, Tokio Hotel e Kerli
“Follow me down”, 3OH!3 com Neon Hitch
“Very good advice”, Robert Smith
“In transit”, Mark Hoppus e Pete Wentz
“Welcome to Mystery”, Plain White T’s
“Tea party”, Kerli
“The Lobster quadrille”, Franz Ferdinand
“Running out of time”, Motion City Soundtrack
“Felld down a hole”, Wolfmother
“White rabbit”, Grace Potter And The Nocturnals

 

 

Novo de Jimi Hendrix

janeiro 12, 2010

LONDRES (Reuters) – Os fãs de Jimi Hendrix poderão ouvir cerca de uma hora de música inédita de seu herói quando a família do guitarrista e o Sony Commercial Music Group lançarem um álbum “novo” dele, em 8 de março.

 “Valleys of Neptune” traz gravações de estúdio que datam de 1969, o ano anterior à morte de Hendrix, aos 27 anos de idade, em Londres.

“Meu irmão Jimi se sentia em casa no estúdio”, disse Janie Hendrix, diretora da empresa familiar Experience Hendrix LCC, criada para proteger um legado avaliado em dezenas de milhões de dólares. “‘Valleys of Neptune’ mostra sua maestria no processo de gravação e revela que ele foi tão ímpar como inovador em gravações quanto como guitarrista. Seu brilho é evidente em cada uma dessas faixas preciosas”, acrescentou.

O álbum terá várias canções que já são conhecidas dos fãs mais inveterados do guitarrista graças a gravações pirateadas, mas também haverá mais de 60 minutos de música de Hendrix até agora inédita. “Valleys of Neptune” vai incluir covers do clássico “Bleeding Heart”, de Elmore James, e “Sunshine of Your Love”, do Cream, além de versões de composições originais de Hendrix como “Ships Passing Through The Night” e “Lullaby For The Summer”.

O disco faz parte de uma onda de relançamentos de música de Jimi Hendrix. Novas edições de “Are You Experienced?”, “Axis: Bold As Love”, “Electric Ladyland” e “First Rays of the New Rising Sun” vão todas sair no mesmo dia.

Janie Hendrix disse ao jornal LA Times que os herdeiros do guitarrista têm material suficiente para “uma década” de novos lançamentos, tanto musicais quanto em vídeo. (Reportagem de Mike Collett-White)

Rock in Rio – 25 anos

janeiro 11, 2010

O Rock in Rio completa 25 anos. No meio dos anos 80, Roberto Medina teve a ousadia de fazer um dos maiores festivais de rock do mundo que ficou internacional, em maio e junho acontecerá o festival em Madrid e Lisboa.

Medina já cita alguns nomes para o possível Rock in Rio em 2011: AC/DC, Shakira, Radiohead e acreditem  Ivete Sangalo (f*). Faz lembrar Carlinhos Brown naquela chuva merecida de garrafas de água mineral. “Olha a água mineral/ água mineral…

Fora isso, seria bom acontecer o mega festival novamente. Para ver algumas imagens daquele ano de 85, entre no Portal G1( a Globo deve deter essas imagens) e veja a Ilze Scanparine usando um óculos escrito rock.

http://g1.globo.com/Noticias/Musica/0,,MUL1441728-7085,00-FOI+UMA+MALUQUICE+DIZ+ROBERTO+MEDINA+SOBRE+ROCK+IN+RIO+DE.html

GOOGLE CHROME

janeiro 11, 2010

Recebi esse comercial da Google há algum tempo. Sempre que assisto,  vibro com a mecânica na produção do vídeo.

Depois do Google Chrome, no início de 2009, a empresa anunciou o Google Wave, uma plataforma para web com a união  de serviços como e-mail, mensagens instantâneas e rede social de trabalho em um ambiente único, funcionando a partir de qualquer browser, em qualquer sistema operacional.

Em dezembro, a Google adquiriu a AppJet. Como escreveu no seu próprio site, o Undergoolge, “não muito popular por aqui, talvez você não esteja familiarizado com a AppJet que é responsável peloEtherPad, um serviço online que permite que grupos de pessoas editem simultaneamente documentos”.

Essa tecnologia vai estar no Google Wave e ficará disponível apartir de 31 de março próximo. A intenção da Google é dar vida ao EtherPad mesmo sem o seu site de origem o etherpad.com.

Se parece com o Exterminador do futuro? Bem, a Skynet de James Cameron era um software de computador que comandava toda a comunicação das máquinas e foi baseada numa família de satélites militares.

A Skynet existe desde de 1969. Já foram lançados para órbita terrestre os satélites Skynets 1,2,3,4,5 e em 2007, o 5B. Estes satélites são da empresa Astrium / Paradigm feito sob encomenda para o Ministério da Defesa britânico e posto no vácuo pela Arianespace. São os principais meios de tráfegos para as telecomunicações mundiais, tanto civil quanto militar, até nossa TV digital, e agora o rádio digital está envolvido com essas empresas e não pense você que a google está fora dessa.

Fontes:

Adnews

Undergoogle

Wikipédia

Arianespace

Elvis Aaron Presley – 75 anos

janeiro 8, 2010

Tinha 3 anos quando Elvis morreu. Meu irmão iria completar 1 ano, e hoje, mais de 30 anos depois, tocamos músicas de Elvis Presley na mesma banda. O que me recordo é de um míni-poster do já rei do rock no quarto de minha tia Cida: estava vestido com camisa vermelha.

Perguntei quem era, e me disseram que era um cantor famoso. Fascinante. Mas não escutei, nem me mostraram na TV em preto e branco.

A adolescência chegou em Mozarlândia e não perdia os filmes protagonizados por Presley, 1983, 84… Havia muita aventura  e, claro, romance. Não perdia os do rei daqui também: Roberto Carlos.

Mais tarde, 89, percebi que David Bowie tentava cantar e se portar parecido. Nos 90, veio o Nirvana e… acontece que nos 00 estou aqui comemorando a existência desse grande artista. Eu sou um prisioneiro do rock.

 

Como o mesmo diz: Isso é uma vergonha!

janeiro 8, 2010

Boris Casoy cometeu uma gafe na virada de ano: mostrou o seu lado preconceituoso e parcial, algo que não deveria acontecer com um âncora de nível nacional, ou com qualquer outro cidadão, ainda mais quando se vive em um país em desenvolvimento.

Ao criticar votos de feliz Ano Novo de garis (a produção da Band deixou o volume aberto do microfone), Casoy se colocou abaixo, sem a ética que deveria ter. Reconheceu que errou, pediu desculpas, porém arranhou a sua imagem. O cidadão pode ter outra concepção de profissionais da mesma classe, jornalista. Isso não pode ser generalizado, como acontece na política, algo que Boris “sabe” criticar.