Archive for agosto \29\UTC 2008

ENTREVISTA COM FREJAT

agosto 29, 2008

Bem, está na internet a entrevista com Roberto Frejat. Muito fino e comunicativo, ele nos contou como está o mercado fonográfico e como produzir um disco.

Para assistir é só clicar na foto ou aqui.

CARTAZ DE SHOW

agosto 29, 2008

O cartaz já diz tudo.

INFORMAÇÃO NA TV

agosto 29, 2008

“Hoje, quando vamos para frente da TV em busca de notícias, ficamos sabendo de coisas que não nos afetam diretamente. O que o Barack Obama tem a ver com sua vida? O que a guerra na Geórgia tem a ver com você?

Agora, quando queremos descansar e assistimos novelas, descobrimos que o problema vivido por fulano de tal é o mesmo que, às vezes, estamos vivendo, como uma rua cheia de buracos, um político corrupto, um empresário desonesto ou um problema dentro da família. Hoje os jornais alienam mais que as novelas”.

O jornalista Francisco Resende no programa Gente que Pensa da TV Pitágoras.

A MORTE DO E-MAIL

agosto 25, 2008

Lí um artigo de três adolescentes no 02 neurônios, coluna da folha de São Paulo no folhateen, pedindo para as pessoas usarem mais os e-mails nos relacionamentos. Escreveram esse título aí mesmo e profetizaram a morte do e-mail. Estamos vivendo num mundo atemporal, tudo é com conexão rápida.

Na época em que meu avô trabalhava na roça – hoje com 82 anos, desfruta a cabeça boa fazendo caminhadas pelo bairro Ouro Negro – para viajar da Caveira em Ponte Vila até Formiga, em Minas Gerais, era uma galopada! Num lombo de cavalo, ele sabia direitinho cada milímetro da estrada, o cheiro de cada vegetação e exatamente o tempo gasto para essa viagem.

Com a vinda pra Formiga em 68 e o trabalho no Departamento de Estradas de Rodagem (D.E.R.), a percepção espaço temporal mudou. Em suas idas e vindas, o Sr Antônio passou a perceber um tempo menor nas longas distâncias e o caminho não tinha mais “mudanças de cheiros”, e a vegetação era apenas matos e postes na beira das linhas de trem de ferro.

Doze anos se passaram e a percepção do “pai de minha mâe” mudou novamente. Meu tio José Lino, mais conhecido com Varico, talvez pela magreza na época, tinha trabalho garantido no Estado como “milico”. Com dinheiro suado comprou o primeiro carro daquela família, um fusca. Os milímetros do caminho não podiam ser mais contabilizados pelo meu avô, e sim as marcações no asfalto, eram faixas, algumas contínuas outras não. Para ver a vegetação era necessário ser rápido com os olhos, ou fixar a visão num ponto até aquilo aproximar e depois distânciar.

Quarenta anos depois de chegar na cidade, o calmo e forte velho assite seu neto (eu) em uma conversa pelo msn com o amigo Paulo, de Portugal. Ao meu lado, notei a aflição em seu olhar e com grunidos iniciais falou algo mais ou menos assim:

_É, o tempo e o espaço acabou mesmo!

A relatividade descrita por Eistein se fez verdadeira. Consguimos “estar” do outro lado do planeta em milésimos de segundo. A carta deixou de existir culturalmente nas sociedades, seu volume diminuiu drásticamente nos correios por causa do e-mail, que agora, está sendo assasinado pelos meios de comunicação instanânea. Estamos num mundo atemporal.

Ps: Quando eu estudava física na Unifor, nós, rapazes adoradores do sexo feminino, exemplificavamos a relatividade de Eistein com os dizeres:

_ Segure uma panela quente por baixo durante 15 segundos, depois, fique com uma mulher pelada por 15 segundos e aí você verá qual tempo passou mais rápido.

SEGUNDO MELHOR DO MUNDO!

agosto 21, 2008

O editor de vídeo Roger El Santos ganhou o prêmio de segundo lugar no Festival VideÉau, com a produção do vídeo Right under our nose. O festival é promovido pelo International Secretariat for Water (ISW) e participaram do concurso pessoas de várias localidades do mundo. segundo ele, foram gastos cerca de quarenta dias de trabalho com a criação de 35 desenhos, animação de mais de 140 objetos e sonorização. A animação pode ser vista no site do rapaz www.rogerelsantos.com .

SHOWS

agosto 21, 2008

Info para vc.

Direto do site do Altofalante para este Blog (haha).

Festival Arena Livre da Música18.08.2008 || 14:25
Redação

Acontece neste final de semana, em Vespasiano. Prima pela diversidade musical (do hip hop ao rock) e tem planos de ser itinerante, passando por outras cidades do interior de MG a partir das próximas edições.

Para esta primeira, os artistas convidados são:

23/08

CURVED

BUGIGANGA

JHO PAPA

CINCO RIOS

CAROLINA DIZ

RICARDO KOCTUS


24/08

4

STEREOTAXICO

JUNKBOX

MANOLOS FUNK

MONNO

JULGAMENTO

Mais informações no www.arenalivredamusica.com.br

ANARKAOS EM FORMIGA

agosto 18, 2008

Depois de quase um ano sem tocar em Formiga, tanto por falta de lugar quanto por falta de oportunidade, a Anarkaos tocará no primeiro fim de semana de setembro no Novo Paladar, antigo Carlitinho.

Décadas atrás, o local foi palco para muitos músicos profissionais como Paulinho Pedra Azul, Zé Ramalho, Adriana Calcanhoto, entre outros. Chegou a hora de provar um pouco mais de rock!!

O Show será no dia 06 de setembro, os ingressos serão vendidos no local, na hora do evento.

Todos estão convidados, “divirtão” se com rock!

Abraço,

B.

MÚSICA SOFRIDA

agosto 18, 2008

Warlen Leal

“Zombar de si mesmo é a chave da sedução, diz pesquisa publicada pela revista ‘Journal of Evolutionary Psychology’.” Segundo os autores do estudo, o tipo de humor (o autodepreciativo) é importante para o interesse sexual, é um afrodisíaco na conquistas de mulheres. São autores do trabalho: Gil Greengross (Departamento de Antropologia do Novo México) e Geoffrey Miller (Departamento de Psicologia da Universidade do Novo México).

Participaram 96 estudantes de ambos os sexos. “As gravações, nas quais as pessoas falavam mal de si próprias com humor autodepreciativo, aumentam nos ouvintes o interesse sexual numa relação.” Folha de S. Paulo – Cotidiano C2 11/8/2008.

Depois dessas evidências acima, percebe-se o sucesso de certos gêneros musicais. Não é fácil entender as mulheres. O que conseguimos é saber agradá-las, mas tem de ter muito feeling para isso, se não pode virar ofensa. No entanto, certas notícias como essas chamam atenção. É mais uma arma para a conquista.

Voltando ao gênero musical. É evidente o sucesso sertanejo. Talvez esteja aí a explicação. Pois há uma quantidade de músicas sertanejas que tratam da perda de um amor. O cantor faz caras e mais caras de sofrimento, força, dor. Incorpora o eu-lírico como se fosse ele. Aperta lá. Puro teatro. Do mesmo jeito vem acontecendo com as bandas emo. Do mesmo jeito aconteceu com o hard rock romântico, tal é o sucesso do Bon Jovi, Aerosmith, Goo Goo Dolls?… Apesar de muitos ouvintes não entenderem as letras, a melodia e voz transmitem o sofrimento amoroso.

Não que se seja contra o romantismo, fica a sugestão da conquista. É claro, felizes são aqueles que já conquistaram sua amada e não precisam usar sempre recursos tão populares. Já que se passa um bom tempo, e agradável, com a conquista, quem sabe até o fim da vida. Mas depois dá para se aliviar ouvindo o velho e bom rock and roll do jeito que tem de ser.

LOBÃO NA MTV

agosto 15, 2008

“Da minha geração, eu fui o mais influênciado pela Bossa Nova. Eu estudei João Gilberto, Eu estudei Tom Jobim! E eu posso afirmar categoricamente –  a Bossa Nova é uma punheta de pau mole!”

NO WORDS ABOUT THIS!

TUDO É COMÉRCIO

agosto 13, 2008

Capa do disco da Vabso

Três rapidinhas. Novas para uns, velhas para outros.

Música

Um tanto de pessoas vieram me falar o quanto achou interessante o mix de Chitãozinho/Xororó com o Fresno. E falavam da qualidade de “execusão” dos músicos (haha), e falavam de como encaixar arranjos, e falavam de como encaixar vozes, e falavam da qualidade de som, e falavam da qualidade de instrumentos, e principalmente falavam da inovação, e o quê? Inovação? Ixi, a Plebe Rude já fez isso antes, e não foi só com o sertanejo, foi com todas as formas de culturas musicais (dá época) no Brasil. Até os Titãs já excursionaram com os próprios Xororó. Então tá, podem ter ficado bacana, mas não consigo engolir esta, não esqueçam que tem uma mega produção atrás disso tudo. E não tem inovação! E sim um meio de publicidade, de vender musicas, principalmente coca-cola, né? De coisas novas estou mais para The National e no Brasil o disco da Vabso.

Computador

As empresas de hardware “and” software estão trabalhando direitinho no quesito durabilidade de um computador. Todos computadores, quando novos, são extremamente velozes no início, mas depois de um ano dá para dormir de frente a tela até um programa ser aberto. Então o que acontece? As empresas de software sabem exatamente quanto de processamento nossos computadores vão agüentar, então, a cada lançamento é mais processamento para a máquina. A Microsoft já anunciou o substituto do Windows Vista, deve chegar em 2009. Quem adquiriu uma máquina em 2008, ano que vem já estará lenta e no próximo será a hora de trocá-la. Segundo Enrico De Paolo colunista da Musica Áudio e Tecnologia, essas empresas tem um “medidor de paciência de usuário”. Estamos muito mais nas mãos das grandes corporações que pensamos.

Phone mo-bile

Quem pensa estar na era do computador está atrasado. O computador já é ultra-passado, quem lidera as tecnologias de ponta são os telefones celulares. Com as conexões 3G, a interatividade com o mundo virtual fica 6x mais rápida, em relação à banda larga oferecida por operadoras de telefonia. Essa tecnologia pode chegar a conexão de 1,5 Gigabites de transferência de dados contra a 256 megabites dos modens de telefonia fixa. Atualmente as pessoas podem editar apresentações em slides, textos, músicas, agenda, vídeos, fotos entre outras coisas com o Celular. Para quem pensava que notbook era mobilidade…